As escolhas que fazemos: melhores ou piores?

Um dos maiores desafios quando somos pais é cuidar da alimentação dos nossos filhos. Todos (pais, cuidadores, pediatras) se preocupam muito com o que um bebé come até ao primeiro ano de vida, mas depois vem a velha frase “já pode comer do mesmo que o resto da família” e descamba tudo… porque na maioria dos casos as escolhas da família não são as mais acertadas e, acredito eu, muitas das vezes por desconhecimento.

Se na televisão e no supermercado me dizem que aqueles cereais são integrais e super bons para ter IMENSA energia (e depois andamos cansados o dia todo), que não sei o quê tem chocolate de leite com cálcio para os meninos 🙄, e se a primeira bolacha recomendada é a Maria (vejam aqui um post muito interessante sobre isso), está tudo dito.

A falta de informação e o comodismo pelas refeições fáceis, que a nossa sociedade impõe, levam a que desde pequenino se criem maus hábitos. Mesmo nas escolas e creches é popular a bolacha Maria para os bebés ou o pão em todos os lanches para os mais crescidos… que muitas vezes vem acompanhado de tulicreme, nutela (e não é desta, aposto) ou marmelada (ainda que venha dos marmelos 😜).

Foi nesta fase da vida da big M (e muito tenho a agradecer ao CPPP por tudo o que me ensinou e continua a ensinar) que começámos a mudar à séria as nossas escolhas e a estar atentos à leitura de rótulos (porque as letras gordas escondem as verdadeiras porcarias do comboio de ingredientes).

Estando mais sensível para estes temas, naturalmente que tenho chateado e tentado influenciar amigos, família, colegas… uns com mais sucesso do que outros, mas já consegui verdadeiras conversões que hoje tentam evangelizar o próximo!

Foi assim que nasceu a ideia do blog. Porque um amigo em especial (mas que está difícil de convencer, apesar de tudo) dizia “tens de partilhar estas fotografias. cria um blog e partilha as receitas”. Assim foi. Num dia de férias entusiasmei-me e a verdade é que sabe bem poder escrever o que penso e deixar que se propague por mais pessoas.

4 thoughts on “As escolhas que fazemos: melhores ou piores?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s