Pão rústico

Este é talvez um dos alimentos “mais enganadores” que temos hoje nos supermercados. O pão que os nossos avós comiam desapareceu há muito e deu origem a qualquer coisa que é uma mistura de MUITOS ingredientes e farinhas processadas.

Já ouvi histórias em que o pão de centeio ou pão escuro apenas o é na cor. Através de corante que é colocado no momento da confecção. É por isso que não devemos nunca fiar no que diz o nome do pão. Perguntem os ingredientes de um pão de centeio e vão perceber que afinal é de trigo, ou de uma broa de milho, que para além de trigo ainda leva açúcar!

Começamos a ver algumas alternativas saudáveis, feitas com ingredientes verdadeiros, daqueles que compras e ao final de 2 dias têm bolor :). Mas, claro está, são caras.

Comecei a fazer pão em casa há algum tempo e esta receita é uma vencedora. Mesmo quando recebemos amigos e sai o pão quente do forno, desaparece em 3 tempos. É massudo. Mas saboroso. Melhor de tudo não leva trigo e não precisa de máquina de fazer pão!

Ingredientes:

  • 100gr de trigo sarraceno triturado (usar robot de cozinha para triturar)
  • 100gr de farinha de centeio integral
  • 250gr de farinha de espelta integral
  • 50gr de sementes de sésamo
  • 280ml de água
  • 30gr de azeite
  • 1 pitada de flor de sal

Preparação:

Pré-aquecer o forno a 180C.

Misturar todos os ingredientes e amassar.

Como tenho uma bimby, amasso velocidade espiga por 3 minutos.

Colocar sobre um pedaço de papel vegetal e formar uma bola. Dar uns cortes em forma de xadrez e levar ao forno por 45m a 180C.

Dependendo do forno pode precisar de mais tempo para assegurar uma boa cozedura por dentro. Vão vendo o aspecto exterior e se não ficar bem à primeira ajustem a cozedura na segunda tentativa.

Fica óptimo com azeite para barrar, manteiga de amêndoa, de amendoim, queijo…

3 thoughts on “Pão rústico

  1. […] Notei que, depois de ter reduzido e até ter estado algum tempo sem comer cereais, a minha barriga diminuiu. Eu que sempre disse que tinha a barriga da avó materna e o rabo da avó paterna (só coisas boas!) tenho-me sentido mais lisa! É certo que isto implicou o “desmame” de uma bela fatia de pão ao pequeno almoço. Ainda que fosse pão feito em casa e com cereais integrais como este. […]

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s