Regresso ao trabalho e a ginástica para bem comer 

Este desafio não é novo. Mas depois de mais de 8 meses em casa a controlar a 100% o que comia, o regresso é sempre duro principalmente quando não há alternativas boas por perto.

Não sou uma pessoa de marmita. Valorizo muito a hora de almoço não só pela refeição mas pelo convívio. Aquele momento em que desligamos do que se passa no trabalho e fazemos uma pausa. Muito mais do que andar a tomar cafés durante o dia, que me causa quebras de produtividade.

Infelizmente na zona onde de trabalho as alternativas não são boas… junta-se a isto o desafio lançado por duas amigas de começarmos setembro com um detox 😬. A mistura perfeita para eu não saber bem para onde me virar!

Então e como me estou a virar?

Primeira semana: mais ou menos pacífica mas deu para voltar a ter a certeza que é mesmo difícil comer bem naquela zona. Não só pelas opções mas pelo preço que se paga por uma refeição. Há verdadeiros roubos!

Segunda semana: começamos mal! Reunião com almoço… infelizmente os caterings escolhidos têm sempre de tudo menos do saudável… e eu que até sou organizada e nestas coisas opto por levar farnel, não o fiz… claro que acabei a comer pão… o menos mal foi uma sopinha e a fruta que era mesmo muito pouca…

Terceira semana: começa o detox! Pânico e agora? Agora levei a semana a comer carne com salada… pouca variedade. Que foi compensada com mais organização nos snacks e até se passou com tranquilidade. Os erros aconteceram no fim‑de‑semana com um brunch onde ia a contar com ovos e não tinham… volta ao dia 0!

Quarta semana: mesmo esquema da semana anterior, mas começo a notar que tenho fome mesmo depois de almoço. E alguma quebra de energia. É a junção de falta de hidratos e de noites mal dormidas… claramente preciso reforçar os snacks que levo para o trabalho ou começar mesmo a levar a marmita. Terminei a semana com uma sensação que já não tinha há algum tempo: acordar de manhã com fome.

Na organização da semana, que muito tem sido útil para não pensar em jantares e pequenos almoços durante a semana, vou ter de passar a incluir snacks. Assim garanto que o reforço no frigorífico e despensa cobre todas as necessidades da semana. Sim, porque se depender do bar lá do trabalho só me safo com bolos😓.

2 thoughts on “Regresso ao trabalho e a ginástica para bem comer 

  1. Tenho o hábito da marmita já há cerca de 10 anos (ou mais). Por norma cozinho a mais na véspera, levo fruta, se faço panquecas ao pequeno-almoço faço algumas a mais para petiscar a meio da manhã.
    Comprei uma mala grande onde cabe uma caixa de vidro com a refeição principal, uma caixa de plástico grande com salada, a fruta, por vezes trago águas aromatizadas. Tenho uma bolsa (reutilizada) com os talheres, um paninho que recuperei da minha mãe para servir de toalha e um guardanapo de pano (para evitar usar os descartáveis).
    E uma caixa plástica com a chávena do café, o pires e a colher!
    E a hora de almoço na copa também pode ser uma animação. 🙂
    Com o tempo livre da hora de almoço vou dr uma volta ao quarteirão, leio um livro ou vou ao supermercado

    Liked by 1 person

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s