Estava mesmo a precisar de comer bem… e não cozinhar!

Quando nos preocupamos com o que comer, ainda que haja dias que “não são dias”, ir almoçar, jantar ou lanchar fora pode ser um desafio.

Se almoço/jantar até se resolvem mais ou menos bem, os lanches continuam a ter uma oferta que é desafiante…

Ovos mexidos desenrasca bem, mas qualquer coisa que meta um queijo ou enchidos traz o pão, isto para não falar de crepes, crepiocas, tapiocas, bolos e afins que são invariavelmente com ingredientes que evitamos (açúcar e farinhas refinadas).

Como já falei noutros posts, apesar de todos os esforços a big M nos salgados adora muitas das coisas que não são bem o que eu gostava que ela comesse. E pede. Para lanchar o seu preferido é a clássica torrada com sumo de laranja… umas vezes cedemos outras não e fugimos de lugares que tenham torradas à vista.

Há uns meses abriu em lisboa a Despensa N6. Ainda estava de licença de maternidade e fui um dia durante a semana com as Ms. Comi um crepe delicioso e muito bem servido. Não tive qualquer queixa do serviço, mas vi os clientes que chegaram mais tarde sofrerem dos atrasos (compreensíveis) de quem abriu portas recentemente.

Não voltamos a ir. Tinha vontade de experimentar o brunch, mas entre o receio das enchentes das “coisas novas”, a demora do serviço fomos sempre adiando. Aos fins de semana refugiavamo-nos nos sítios do costume. Até que no passado fim de semana foi o dia!

E foi o dia em que a big M comeu uma torrada do bom fora de casa (pão de sementes, aveia e polvilho) com manteiga e um sumo de laranja, espremido na hora.

Para a baby M, que já começou a comer iogurtes, um parfait de iogurte grego com manga e banana e granola caseira de cacau (sem açúcar!). Ela que adora comer sozinha, mas iogurtes é com ajuda, abrir a boca e refilava à espera de mais. A dose era grande e deve ter “despachado” 1/3 sozinha. A mana ajudou em boa parte do resto. E os pais também!

Eu e o Babe comemos literalmente um banquete de crepes com fruta (um com manteiga de cacau e avelã outro com manteiga de amêndoa). Continuam deliciosos como da primeira vez. E muito bem servidos. O desafio de final de tarde foi arranjar espaço para o jantar…

Para além do espaço ser agradável, ainda que pequeno, senti-me muito bem por conseguir ir lanchar e toda a família comer do bom e variado! Só me falta mesmo ir experimentar o brunch!

Depois de um fim de semana com aniversário em casa, enfiada na cozinha várias horas, era isto que precisava: descansar mas comer bem.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s