A festa da big M

É cliché mas é tão verdade: quem tem filhos vê o tempo passar a correr. Acho que isto acontece em qualquer idade, mas quando são pequenos e mudam tanto de ano para ano (até de dia para dia) parece mesmo que viajamos numa máquina do tempo e aterramos 4 anos mais tarde… A sério? 4 anos… ainda ontem estava no meu sofá a ver televisão e a pensar “amanhã acabou-se esta liberdade” e agora já nem sei o que isso é!

Read More »

Wrap-up dos 28 dias

Terminou no passado dia 29/outubro e, como escrevi aqui, não é uma coisa nova cá em casa, se bem que em todos os desafios senti que melhorava qualquer coisa.

Neste fui desafiada a ir mais além. Para além do que não consumimos por regra a ideia era cortar também nos cereais e nos laticínios. E deixar a mandioca e a batata inglesa sossegadas (lá se foram as crepiocas que tanto adoro). Assim de repente parece só mais uma pequena coisa, mas na verdade é uma grande coisa: a batata inglesa a juntar a todos os cereais não integrais (que já evito) limitam a 80% o que se consegue comer ao almoço fora de casa. É impressionante e mesmo muito difícil.

Read More »

Um almoço especial

E se te convidassem para fazer uma ementa e cozinhar para 40 pessoas (sem contar com crianças!)? E se isso se tivesse de enquadrar num desafio (sem açúcares, sem cereais, sem laticínios ou qualquer alimento processado)? E se o objectivo também fosse que “outros” não crentes ao provarem a comida nem dessem conta do que lá faltava? E se a isto tudo juntássemos uma cozinha industrial? (Top!!)

Claro que dizias que sim… ainda que meio em pânico!

Read More »