Não há duas sem três!

Um dos ditados mais utilizados e mais certos, por sinal.

Aqui por casa foi assim: não há duas Ms sem um terceiro M. Ainda no forno, em lume brando porque já se estava a esticar. Numa fornada que deverá chegar no final do verão.

Este M (sim, baby boy) como notícia fresca de início de ano foi uma grande ajuda para desfocar, quer na alimentação, quer na atenção dada ao “outro filho”, o blog.

Uma desgraça. Já com as Ms foi assim: sem vómitos, sem enjoos e com uma vontade enorme de comer porcarias (à base de farinha e massas) e entrar no campeonato da engorda bem cedo!

Já entrei nos eixos mas vamos ver como termina a “competição” desta vez!